A ejaculação retrógrada é uma causa de infertilidade na qual os espermatozoides são bombeados para trás para o interior da bexiga vesical em vez de serem ejaculados no interior do trato feminino. A condição é responsável por menos de 1% da infertilidade masculina e, como os espermatozoides são normais, eles podem ser recuperados a partir da urina para serem usados em técnicas de reprodução assistida.

Uma vez que os espermatozoides tenham sido ejaculados no trato feminino, sua motilidade depende da sua impulsão para frente. Os pacientes com a rara síndrome de Kartagener (síndrome dos cílios imóveis) são incapazes de produzir espermatozoides móveis.